Apatia Política

7 de agosto de 2009

Fico indignado com a situação vivenciada no Congresso Brasileiro, mais especificamente no Senado!

A onda de “denuncismo” continua e nada é feito por que o partido “afetado” neste momento é o PMDB – o partido todo-poderoso, a noiva cobiçada por todos outros.

Enquanto a crise mundial mostra sinais de enfraquecimento e a economia esboça uma reação, vemos no Congresso escândulos por cima de escândulos e a impunidade pairando na Casa do Senado…

Onde será que está a vergonha na cara destes políticos? Por que o presidente do Senado (leia-se José Sarney) ainda continua presidente do Senado se é alvo de tantas denúncias?

Revolto-me e protesto contra a Apatia Política da opinião pública que nada faz, ou fez, para mudar essa situação.

Podem argumentar que o Congresso já cassou um presidente, já cassou colegas. Mas neste ponto o desgaste político não é desejado por nenhum dos partidos que não estão sendo alvo do ataque.

Queria mais transparência, mais honestidade no Congresso Brasileiro, mas, talvez, isso seja querer demais!

Queria que os eleitores se conscientizassem e não colaborassem para que estas figuras caóticas continuem no poder após o pleito de 2010!

Quem sabe algo pode mudar e tenhamos um país mais justo, que olhe para seu povo e pense no seu povo! fikdik

Anúncios

Humanidade

7 de agosto de 2009

Hoje, no trajeto normal pra o trabalho, enquanto no ônibus, meio que cochilando, entrou um senhor no ônibus e iniciou um dos discursos comuns que estamos acostumando a ouvir nestas situações “Ah, eu encontrei Jesus e sai da vida do crime e …” – algo assim…

Porém não foi apenas isso que me chamou atenção no discurso desse pobre homem. Ao entrar no ônibus pela porta da frente (em Salvador a porta da frente é usada para desembarque e embarque de pessoas com gratuidade, além dos famosos baleiros), ele cumprimentou todos no ônibus com um animado BOM DIA! Neste momento o silência pairou e ele insistentemente repetiu o cumprimento ao que algumas poucas vozes responderam não muito animadas – eu estava recostado numa janela meio que dormindo.

É interessante observar como nos abstemos de falar pequenas e milagrosas palavras de cumprimento para nosso semelhante. Quantos de nós agradecemos por um serviço prestado, como a condução em segurança no ônibus??? Este simples homem percebeu e usou este fato para proferir seu MUITO bem fundamentado discurso.

Perdemos a educação, perdemos nossa HUMANIDADE… Ou será que ela adormece enquanto a fúria e a intolerância crescem???

Um “Oi”, Um “Bom dia”/”Boa tarde”/”Boa noite”, um sorriso pode trazer conforto e alegria para quem o profere e principalmente para quem o recebe!

Sejamos mais humanos, mais educados, mais racionais!