Thanks Letter!

24 de março de 2018

A few weeks ago I met someone spectacular… But as I usually do, I screwed up and I decided to write a thanks letter… I really liked the letter and decided to publish it here. It may be slightly different from the one I delivered as I have done some changes while copying the letter to the final paper, but the essence is here…

Hi Xxxxxx,

This is a thanks letter!

I could say this is for you, but it would be kind of a lie. It’s part of my healing process.

I am really thankful for all the time we spent together. You are so special and made me feel special too.

Because of you I could see how pretty I am AGAIN! Thanks for that!

Because of you I could feel my heart beats just by thinking of you. I know I am alive and my life can be better! Thanks for that!

Because of you I realized how happy, funny, cute and weird I am 🙂 Thanks for that!

Well, I don’t want to waste your time by writing an endless letter. So, thank you for sharing those beautiful moments with me. I shall never forget you. Take care.

From the bottom of my heart, I wish you all the happiness in the world!

I LOVED TO BE WITH YOU!

Anúncios

Problematizando

24 de fevereiro de 2018

Depois de um tempo distante, a gente volta! 😉

A gente sempre acredita (ou tende a acreditar) que a sociedade evolui com o passar do TEMPO! Torçamos para que isto seja verdade, pois assim teremos alguma esperança de um futuro melhor…

Temos visto muitas reações a atitudes que antes eram tidas como OK e agora são tidas como inaceitáveis. Ou, como diriam os que querem continuar repetindo estas atitudes, são mimimi…

Podemos considerar estas reações como reflexo da evolução da sociedade? Bom, eu acredito que SIM. Elas refletem apenas que a sociedade começou a voltar a sua atenção para assuntos que antes eram tidos como insignificantes e que agora ganham lugar de debate.

Independente de eu concordar ou discordar com estas opiniões, elas precisam ganhar o foco para que possamos refletir sobre elas e crescer enquanto coletivo.

Podemos pegar o exemplo das marchinhas de carnavais e ate expandi-lo para o universo geral das letras de musicas, que de certo modo, são pejorativas… Determinada musica pode parecer inofensiva para voce, jovem, branco, hétero, defensor da moral e dos bons costumes. Mas tente, por pelo menos um minuto, por-se no lugar das pessoas que são ‘representadas’ por aquela musica…

Podemos ainda ir mais alem e refletir sobre como as mulheres são tratadas na nossa sociedade e como isto interfere nas atitudes delas. Muito tem se falado ultimamente sobre o #MeToo. Por que as mulheres tem que serem tratadas como seres inferiores, criados apenas para satisfazer os mais escusos desejos dos homens? Por que tudo que é associado, direta ou indiretamente, com o feminino tem que ter um tom pejorativo? Até quando vamos ensinar nossas meninas que elas tem que se comportar e arrumar um marido ao invés de ensinar-lhes que elas devem crescer fortes e escolherem quem querem ser?

Bom, anseio pelo dia em que estas reflexões sejam apenas coisa de um passado distante e que possamos rir de como nossos antigos EUs eram sem noção…


Sonho! Em busca da felicidade…

15 de março de 2015

O que é um sonho? Seria um sonho capaz de guiar-nos em busca da felicidade suprema? E o que seria, objetivamente, a felicidade? Seria algo possível de ser medida?

Acredito que um sonho é algo que guia tua vida! Aquilo que você deseja do fundo da tua alma e está disposto a dedicar a tua vida a realizá-lo. Não é algo que você seja capaz de abandonar na primeira adversidade. As circunstâncias, muitas vezes, nos compelem a deixarmos nossos sonhos adormecidos.

Seria esta busca incessante capaz de ser tão gratificante que possamos chamá-la de felicidade? A felicidade é algo tão abstrato e indecifrável que os motivos que deixa uma pessoa feliz podem ser completamente diferentes. E é aqui que reside a magia de viver: descobrir o que nos leva à felicidade!

Por ser de origem humilde, sempre achei que a felicidade estava associada a vultuosas somas de dinheiro e guiei minhas decisões na direção de criar meu patrimônio. Por muito tempo, acreditei estar indo na direção correta e alguns de meus sonhos de criança foram deixados de lado e abandonados.

Muitas vezes por não nos conhecermos como deveríamos, por falta de reflexão, por falta de falar de nós mesmo, acreditamos que estamos tomando as decisões ótimas, quando na verdade estamos seguindo um fluxo de decisões simples, fáceis e que nos guiam para o oposto do que sonhamos a vida inteira!

Buscar a concretização dos nossos sonhos e percorrer o árduo caminho até alcançá-lo pode ser uma jornada extremamente prazerosa e gratificante! E sim, podemos alcançar a verdadeira felicidade! Aquela que depende exclusivamente de nós…


Aperto

31 de maio de 2013

De repente o coração parece ser esmagado por uma mão invisível, fica difícil respirar, lágrimas caem sobre sua face, uma sensação angustiante toma conta de seu ser e ele parece inconsolável…

Por um minuto fica sentindo esta sensação que lhe relembra que ainda vive, que ainda sente, que ainda tem emoções…

Estas emoções que tanto lutou por abafar, estes sentimentos que tanto tenta esconder dos outros, mas que no seu íntimo ainda reside mais forte que nunca, que insiste em, aleatoriamente, mostrar que ainda subsiste em seu ser…

Deita-se na tua cama, chora por alguns minutos e adormece! Pronto, emoção liberada! Sente-se renovado, livre e capaz de sufocar seus sentimentos novamente em uma máscara social na qual aparenta ser forte, ou tenta…


No Meu Bolso, Nada…

29 de maio de 2013

Acho incrível como as pessoas facilmente se declaram contra algo que elas não estão usufruindo…

Tudo é errado até o momento em que somos beneficiados por este dispositivo!!!

Vejo gente reclamando de Bolsa Família, de Cotas nas Universidades Públicas, do Prouni, da Lei Maria da Penha, de Lei Anti-homofobia e de várias outras coisas que por sua natureza de mecanismo de reparação atinge apenas uma parcela da população!

Há quem argumente que estes programas/iniciativas favorecem alguns grupos, mas acredito que eles dêem condição de garantir igualdade à toda a população! Quantos milhões de pessoas abaixo da linha de pobreza não existiam no Brasil vinte anos atrás? Quantos milhões conseguiram sair desta condição, em parte, graças ao programa Bolsa Família? Quantos estudantes, que durante toda a vida estudaram em escola pública, não tiveram oportunidade de cursar uma Faculdade graças ao Prouni ou às Cotas? Quantas mulheres deixaram de sofrer maus tratos ou tiveram suas vidas poupadas por causa da Lei Maria da Penha?

Alguns podem argumentar que existem pessoas beneficiadas por alguns programas sociais e que não precisam da assistência. Nenhum programa é perfeito e apresenta problemas típicos da sociedade na qual estão inseridos! Infelizmente, no nosso país, as pessoas pensam muito mais em seu benefício próprio do que no bem coletivo! Se eu posso beber e dirigir pra casa, por que sairei para a balada de táxi ou ônibus? Se eu posso dar uma “gorjeta” para alguém me favorecer em um problema, por que não descomplicarei minha vida?

Reclamamos de nossos representantes eleitos democraticamente, mas esquecemos que nós escolhemos estes representantes e eles REPRESENTAM nossa sociedade! Paremos de hipocrisia e cresçamos como pessoa, como cidadão e poderemos cobrar uma sociedade mais igualitária e com menos programas assistencialistas ou sem necessidade de leis que protejam grupos que são alvos de agressões e violência gratuita…


Expectativa

3 de fevereiro de 2013

A expectativa é a maior inimiga dos sonhos!

Experimente aumentar sua expectativa mais do que ela pode ser satisfeita e veja a merda que acontecerá. Fatalmente você se machucará, ficará decepcionado e chorará do seu modo preferido.

Acredite, espere que um sonho torne-se realidade antes do que ele realmente pode e verás ele morrendo aos poucos. Aliás, quando você aumenta sua expectativa a um nível insaciável, seu sonho acabou de ser assassinado…

Agora experimente fazer o contrário! Isto mesmo, reduza a expectativa para a menor possível e qualquer coisa além do que acontecer te deixará encantado e feliz!

Sei que é difícil controlar o nível de expectativa, ainda mais quando as coisas vão dando certo e tudo parece um paraíso… Mas vale o esforço manter a expectativa baixa sabendo que a qualquer momento algo pode dar errado e frustrar todos os seus planos!

Não quero dizer que reduzir a expectativa evite frustrações ou que não seja necessário ter planos alternativos… Mas uma expectativa baixa faz com que o tombo seja o menor possível…


Sem Chão

16 de janeiro de 2013

Sempre encarei a expressão “ficar sem chão” de um modo ruim! Sim, sempre pensei que ficar sem chão estava relacionado com desorientação, desespero, não saber o que fazer, perder a base… Enfim, sensações ruins.

Agora já consigo ver de outro jeito! Estou sem chão: estou flutuando!

Usando ao pé da letra, tiramos o pé do chão quando andamos, quando pulamos, quando voamos, quando praticamos esportes radicais…

Uma infinidade de sensações boas podem, portanto, estar relacionadas com a expressão “ficar sem chão”…

Pois bem! Agora estou, simplesmente, sem chão… E cá entre nós, estou adorando estar sem chão, sem saber os limites, sem saber tão alto eu posso subir. QUERO ficar sem chão todo o resto da minha vida e experimentar as melhores sensações que esta vida puder me oferecer!